Junho Vermelho recebeu 821 doações de sangue em São Caetano do Sul; GCM se mobiliza

0

 

 

No período de frio e férias, a doação de sangue chega a cair até 40% em São Caetano do Sul. Para reverter o quadro, a Prefeitura realizou a campanha Junho Vermelho, que resultou em 821 doações durante o mês passado. O número é 10% maior que o de junho do ano passado, porém ainda insuficiente.

Com o inverno, a necessidade de abastecer o banco de sangue ainda é grande. Na semana passada, a Guarda Civil Municipal (GCM) iniciou uma mobilização entre seus guardas para fazerem a doação no Núcleo Regional de Hemoterapia Dr. Aguinaldo Quaresma (Rua Peri, 361, no Bairro Oswaldo Cruz. Tel.: 4227-1083).

O gesto foi comentado pelo comandante interino da GCM, Claudinei da Silva Magalhães: “A corporação está mobilizada na missão solidária de abastecer o estoque de bolsa de sangue do núcleo regional”.

PARA DOAR
O atendimento é de segunda a sábado, das 8h às 12h (exceto feriado). O doador deve levar o documento original com foto e se apresentar tendo tomado café da manhã reforçado, em bom estado de saúde, ter acima de 50Kg, idade de 16 a 69 anos (em sendo menores de idade devem estar acompanhado de responsável).

Quem estiver tomando medicação deve informar antes. E pessoas com tatuagem pode doar um ano após terem sido tatuadas. Após a doação, o doador recebe lanche e hidratação. E após 30 dias, retira sua carteira com a tipagem sanguínea e resultado de exame sorológico.

Ao chegar, o doador faz o cadastro, passa por pré-triagem (pressão, pulso e teste de anemia) e entrevista com o médico. A coleta do sangue dura de 5 a 15 minutos. Às sextas e sábados, essa espera é maior devido ao número de doadores. Por isso, o início da semana é também mais indicado.