100 dias de governo são marcados por secretário perdidos em suas funções   

0
13

Por Samuel Boss

Com raras exceções, a maioria do corpo de secretariados das sete cidades do ABC encontra-se perdido em suas funções. Este relato não se baseia no achismo, mas no dia a dia dos novos governos da região.

Existem secretários que sequer conhecem suas atribuições integrais dentro da prefeitura; outros esbarram na política feita dentro de suas secretarias, através dos funcionários de carreiras; existem ainda aqueles que não conseguiram impor sua liderança nem mesmo para os seus comissionado; e outros que não tem a mínima condição intelectual para o cargo.

A realidade é que os 100 dias de governo caíram totalmente nas costas dos prefeitos que tiveram que ‘rebolar’ para apresentar pequenas ações como se houvessem feito muito. Algumas cidades patinam na área da educação por conta do secretário; outras ainda nem mostraram qualquer projeto na área de comunicação; há ainda cidades que regrediram na saúde, devido a baixa qualidade de seus chefes de pasta. Cadê os grandes gestores e técnicos que tirariam as prefeituras do abismo?

Os 100 primeiros dias podem ser conhecidos também como as primeiras semanas do programa global, Big Brother Brasil. Secretários se ambientando e escolhendo em qual time ou grupo prefere  se aliar, outros se isolam e praticamente somem.

Os vereadores que não são nada bestas, já começam a apontar sua artilharia para alguns destes secretários perdidos. O certo é que todos os prefeitos conseguiram mostrar algo para  a população: Uma lista de secretários na berlinda.