Kiko sai vitorioso no TSE e tem registro de candidatura deferida

14470611_1592290571067743_7881211708273340080_nPoucos sabiam do julgamento, mas a ação movida pelo Partido Progressista de Ribeirão Pires pedindo o indeferimento da candidatura do prefeito Adler Teixeira (PSB), pela rejeição de suas contas- na época que presidiu a Câmara de Rio Grande da Serra-foi analisada hoje pelo plenário do Superior Tribunal Eleitoral.

O prefeito eleito de Ribeirão Pires obteve a vitória por unanimidade e teve seu registro de candidatura deferida. Segundo o Ministro relator do processo, Henrique Neves da Silva,  a ineligibilidade não se aplicava por conta da decisão monocrática do Ministro do STF, Edson Fachin, na qual anulou a decisão o processo do Tribunal de Contas de São Paulo.

O julgamento aconteceu na noite de hoje (1/12) e foi transmitido pela TV Justiça. Na próxima terça-feira (6/12), Kiko tem novo julgamento no STF para analisar a decisão monocrática do ministro Fachin.