spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

top 5 da semana

spot_img

posts relacionados

Santo André aplica segunda dose da AstraZeneca em munícipes com mais de 18 anos com comorbidades

Agendamento de segunda dose também está disponível para pessoas com deficiência acima de 18 anos que recebem BPC

Pessoas com mais de 18 anos com comorbidades que foram vacinadas com a primeira dose da AstraZeneca já podem agendar a aplicação da segunda dose em Santo André. O agendamento de segunda dose também está disponível para pessoas com deficiência acima de 18 anos que recebem BPC (Benefício de Prestação Continuada).

Para agendar, basta acessar o site psa.santoandre.br/vacinacovid, que indicará data, horário e local disponíveis.

“Santo André segue avançando na vacinação com organização, responsabilidade e gestão. Já estamos chegando à importante marca de 50% da população adulta vacinada com as duas doses, um resultado que nos coloca cada vez mais próximos do fim da guerra contra a Covid-19″, destacou o prefeito Paulo Serra.

O município também segue aplicando a segunda dose da vacina Coronavac em pessoas com 28 e 29 anos que receberam a primeira dose da Coronavac. Todos os munícipes deverão, obrigatoriamente, apresentar comprovante de residência, documento de identidade e comprovante da primeira dose.

Até o momento, foram aplicadas 815.797 doses vacina em Santo André, o que garantiu que o município chegasse ao índice de 99% da população adulta vacinada com pelo menos uma dose do imunizante e 49% da população com o esquema vacinal completo.

Apesar do avanço da vacinação no município, a Secretaria de Saúde alerta sobre a necessidade de manter os protocolos sanitários com a higienização das mãos, distanciamento social e utilização de máscara. Para esclarecer dúvidas e obter outras informações sobre o cadastramento, além do portal da Prefeitura de Santo André, há também o telefone 0800-4848004.

Para garantir comodidade, segurança e conforto, o município se mantém estruturado com sete pontos drive-thru estrategicamente posicionados para a vacinação do público-alvo.

O Ministério da Saúde não recomenda que seja feita a aplicação das vacinas contra a Covid-19 e contra a Influenza conjuntamente. A pasta orienta que as pessoas que estiverem nos grupos prioritários procurem se vacinar antes contra a Covid-19. Especialistas recomendam um intervalo de pelo menos 14 dias entre a imunização contra coronavírus e a vacina contra a gripe. Pessoas infectadas com a Covid-19 ou que receberam alta há menos de 28 dias não poderão tomar a vacina contra a Influenza.

Bastidor Político
Bastidor Políticohttp://www.bastidorpolitico.com.br
Redação do site Bastidor Político. Veículo criado em 2016 com intuito de levar os bastidores da informação.

Popular Articles