Aulas com exercícios práticos debate as tendências da Cidade Inteligente

0

Melhorar o município de forma inteligente é um desafio aos gestores públicos. Investir em novas tecnologias se tornou o futuro para lidar com o aumento populacional e reestruturar o local onde vivemos, por isso, discutir o tema Cidades Inteligentes é tão fundamental. Nesta semana, o curso Gestão de Cidades, dividido em sete módulos, foi ministrado pelo professor Gerson Moura, discutindo o conceito de Smart City e como aplicá-lo.

Durante a aula, foram debatidos os 11 eixos de uma Smart City, sendo: Governança, Educação, Saúde, Segurança, Energia, Meio Ambiente, Tecnologia, Inovação, Empreendedorismo, Mobilidade e Acessibilidade e Economia. O intuito é discutir e aplicar hoje todas as vertentes da Smart City em cidades de pequeno a grande porte.

O palestrante apresentou os assuntos com exercícios práticos, que integraram os alunos por meio de uma simulação. A classe possuía um modelo de orçamento municipal e os grupos tinham que realizar a interlocução com as demais pastas, além de conectar todos os projetos. “Neste curso, levo exemplos de todos os setores do poder público, humanizando os trabalhos. A ideia é unir a sociedade com a gestão porque é ela que deve ser o pilar, o ponto de decisão dos órgãos públicos”, discorreu Moura.