Diadema inaugura mais uma unidade do Centro de Atenção à Inclusão Social

0

Equipamento vai ampliar em 200 vagas a capacidade de atendimento aos estudantes da rede municipal que são público alvo da educação inclusiva

Será inaugurada, nesta sexta (8), a segunda unidade do Centro de Atenção à Inclusão Social, o CAIS II, como parte das comemorações do aniversário da cidade. O evento ocorre às 11h no Centro de Formação e Educação Integral Thereza Lino, na Rua Santa Bárbara 489, no Bairro Canhema. O espaço deve proporcionar a ampliação do atendimento em 200 novas vagas durante o próximo ano, somando-se aos 430 estudantes que já são atendidos na primeira unidade do CAIS.


Desde 1993, o sistema de atendimento do CAIS promove suporte pedagógico especializado à rede municipal de ensino e implementa as diretrizes e políticas da Educação Inclusiva, prestando atendimento a todos os estudantes da rede com algum tipo de deficiência, da Educação Infantil à EJA. O objetivo é ampliar o debate sobre a inclusão escolar social por meio da formação continuada de professores e de cursos direcionados aos familiares e outros profissionais. 
O novo espaço vai oferecer, entre outros serviços, Atendimento Educacional Especializado (AEE) com foco na estimulação precoce, grupo de orientação e formação para famílias, itinerância em 91 escolas atendendo aos professores em horários de trabalho, atendimento à comunidade com deficiência tardia adquirida, formação permanente com a rede municipal, 25 salas com recursos para serem utilizados no contraturno escolar e atividade física adaptada, com foco na promoção da igualdade de oportunidades e a valorização das diferenças humanas em todos os aspectos. 


O propósito, segundo Ana Cláudia Martins, coordenadora de Educação Inclusiva da Secretaria de Educação, é garantir a todos o direito de aprender e de se desenvolver. “Com a nova unidade, vamos conseguir ampliar o número de vagas, acabar com a fila de espera e descentralizar o atendimento para outras regiões do município, facilitando o acesso das famílias. O nosso foco é proporcionar o desenvolvimento das habilidades físicas, comunicativas, cognitivas, de autocuidado e de estabelecimento de relações interpessoais dos estudantes com algum tipo de deficiência, promovendo autonomia e inclusão social ainda na primeira infância.”
Além disso, o espaço ainda contará com atividades e práticas específicas centradas nas famílias, apoio à formação dos educadores e funcionários da rede municipal de ensino e planejamento de atividades com base no interesse de professores atuantes na Educação Especial e com conhecimento das deficiências e transtornos atendidos, favorecendo a inclusão dos estudantes no ensino comum.