Natal Solidário de Diadema arrecada 56,5 toneladas de alimentos

0

Diversos setores da cidade colaboraram com a iniciativa da Prefeitura, que garantiu alimentos para pessoas em situação de vulnerabilidade

Depois de um mês da campanha “Natal Solidário 2023 – Sua Fome me Incomoda”, em Diadema, encerrou ontem (22/12) a arrecadação de alimentos não perecíveis que começou no último dia 20 de novembro. 

Foram arrecadadas 56,5 toneladas de mantimentos, comidas que foram entregues para as famílias assistidas pelo Banco de Alimento e também para outros moradores em situação de vulnerabilidade social.

As doações vieram de diferentes setores sociais de Diadema. Moradores de condomínios, empresários do setor de alimentação, indústrias, doações de munícipes, escolas particulares, funcionários públicos e dos shows do Festival de Natal que aconteceram nos finais de semana na Praça da Moça. 

Para citar alguns números, na apresentação da cantora Pitty foram angariadas cerca de 4 toneladas de comestíveis e na de Marina Sena mais 1 tonelada. 

Dos grandes supermercados vieram as maiores doações. A rede Coop entregou para o Natal Solidário mais de 14 toneladas de alimentos e a rede Ricoy outras 8 toneladas. Contribuíram também, o Carrefour com mais de 2 toneladas, o Atacadão com 1,4 toneladas e o Bem Barato com quase 1 tonelada. A atacadista de frutas Vivitati, foi outra doadora para a campanha com mais 2 toneladas.

“Estamos agradecidos por todas as doações recebidas. Os produtos em grande parte já foram entregues e, com isso, essas pessoas que passam por momentos tão difíceis, vão ter um Natal com mais alimentos e que serão compartilhados com os seus familiares”, declara Inês Maria, presidenta do Fundo Social de Solidariedade, órgão idealizador da ação.

Para o secretário de Segurança Alimentar (SESA), Gel Antônio, que cuidou da triagem e das entregas das doações, por meio do Banco de Alimentos, a campanha foi exemplo de cidadania. “Em tempos atuais pensar que ainda tem gente com fome é muito triste. Mas, também saber que existem pessoas e empresas dispostas a fazer contribuições é sinal que a solidariedade existe e que podemos mudar essa realidade”, declarou o secretário. 

Gincana entre secretarias – O Natal Solidário também teve a participação das secretarias municipais de Prefeitura, que fizeram doações com contribuições vindas dos funcionários. Como no ano passado, foi organizado uma gincana, e a pasta que doasse mais alimentos ganharia um café da manhã saudável. 

Este ano, a secretaria vencedora foi a Educação, que entregou para campanha mais 1,1 toneladas de produtos não perecíveis. 

O Natal Solidário é uma ação do Fundo Social de Solidariedade do Município, realizada no final do ano, para garantir mais alimentos no período natalino às famílias que vivem na faixa da pobreza. A atividade é um dos eixos da campanha permanente “Sua Fome Me Incomoda”, criada em 2021, e que tem como órgão executor o Comitê de Combate à Fome de Diadema.