Ribeirão Pires oferece gratuitamente testes de HIV, Sífilis e Hepatites B e C

0

Ribeirão Pires oferece, através do CTA (Centro de Testagem e Aconselhamento), exame gratuito de infecções sexualmente transmissíveis, como HIV, Sífilis e Hepatites B e C. Os exames podem ser realizados de segunda à sexta, das 8h às 16h – Av. Francisco Monteiro, 205.

Pessoas que tiveram exposições ou relacionamento sexual sem o uso do preservativo, podem procurar o serviço para a realização de exames.

“É importante, pelo menos uma vez no ano, que as pessoas realizem os exames para saber se está tudo certo com a saúde. Garantimos total sigilo”, orienta Nancy Garrido, coordenadora do CTA. Ainda segundo ela, os resultados saem no mesmo dia.

O HIV é transmitido nas relações sexuais sem uso de camisinha. Os principais sintomas são o suor excessivo, fadiga profunda, diarreia e febre prolongada, além do emagrecimento exagerado. A melhor forma de prevenção é o uso de preservativos.

Já as Hepatites virais (B e C), são inflamações no fígado, causada por vírus e quase sempre sem sintomas. Podem ser transmitidas através de sangue contaminado presentes em objetos (agulhas, aparelho de barbear) e pelo uso de material não esterilizado na colocação de piercing, na realização de tatuagens e em procedimentos cirúrgicos. O sexo desprotegido também podem transmitir as hepatites, sendo a hepatite B mais fácil de pegar. Somente através do exame de sangue, oferecido também no Centro de Aconselhamento e Testagem, é possível saber se a pessoa está ou não com alguma hepatite viral.

A Sífilis, por sua vez, é uma IST (Infecção Sexualmente Transmissível) curável, transmitida através da relação sem proteção com uma pessoa infectada. A infecção possui sintomas em três estágios: Primário, secundário e terciário. O primeiro deles caracteriza-se por uma ferida, geralmente única, no local de entrada da bactéria (pênis, vulva, vagina, colo uterino, ânus, boca, ou outros locais da pele), que aparece entre 10 e 90 dias após o contágio. Essa lesão é rica em bactérias.

No segundo estágio, os sinais e sintomas aparecem entre seis semanas e seis meses do aparecimento e cicatrização da ferida inicial. Podem ocorrer manchas no corpo, que geralmente não coçam, incluindo palmas das mãos e plantas dos pés. O terceiro estágio, por fim, pode surgir de 2 a 40 anos após o início da infecção. Costuma apresentar sinais e sintomas, principalmente lesões cutâneas, ósseas, cardiovasculares e neurológicas, podendo levar à morte. A identificação da infecção é realizada através de um teste rápido, realizado no CTA de Ribeirão Pires.

As pessoas também podem entrar em contato com o CTA através do telefone: 4828-4441 (que também é whatsapp) e pelo 0800-773-1661.