Ribeirão Pires está sem radar

0
18

Apesar das sinalizações nas principais vias de Ribeirão Pires, os equipamentos eletrônicos de radar não estão funcionando. Isso porque contrato entre a Prefeitura e a empresa responsável pelo serviço de monitoramento e gestão eletrônica de tráfego de veículos acabou e nova licitação ainda está em andamento.

O anúncio da abertura do certame foi publicado pela administração municipal no Diário Oficial em 14 de junho, e a abertura dos envelopes ocorrerá dia 30. Segundo o edital, o prazo de vigência do contrato é de 12 meses, podendo ser prorrogável.

Mais do que objetivar a redução de acidentes, os radares também auxiliam na arrecadação das cidades, devido ao pagamento das infrações cometidas por motoristas. Sem eles, os recursos não entram nos cofres da Prefeitura. Conforme noticiado por um jornal Regional em 21 de maio, 43.723 multas foram aplicadas em Ribeirão Pires no ano passado, o que resultou em arrecadação de R$ 2,7 milhões à administração.