Professores e Servidores Públicos Municipais de Ribeirão Pires protestam contra retirada de verba da Educação

0

Protesto aconteceu na tarde desta quarta-feira (30) e percorreu as principais vias da cidade

Professores e Servidores Públicos Municipais de Ribeirão Pires protestaram em carreata na tarde desta quarta-feira (30), contra o remanejamento de 5 milhões da Educação, que foram destinadas às outras secretarias da cidade, entre elas a de infraestrutura. A medida do remanejamento de verba foi enviada pelo prefeito da cidade Kiko Teixeira (PSDB), e aprovada pela base governista da Câmara Municipal, sob a justificativa de que o dinheiro estava “sobrando”, segundo um dos vereadores.

O protesto desta tarde reuniu dezenas de veículos e parou a cidade. Perla Freitas, presidente do SINEDUC (Sindicato dos Professores das Escolas Municipais), justificou a reivindicação.

” O protesto é contra o remanejamento de R$ 5 milhões da educação e por toda a situação que os Servidores Públicos tem passado: com abusos, violação de direitos e tentativas constantes do prefeito Kiko mexer com a previdência dos servidores públicos”.

Perla ainda rebateu a justificativa dita pelo líder de governo, vereador Edson Savieto, o Banha (PPS) de que “o “dinheiro estava sobrando”

“Sabemos que o dinheiro não está sobrando, nem todas as crianças estão recebendo o cartão Merenda Municipal, as escolas estão caindo, faltam equipamentos. Não há o devido preparo para um futuro retorno das aulas presenciais. Como que o vereador diz que o dinheiro está sobrando ?!”.