Procon Diadema realiza média de 9,5 atendimentos por dia no 1º semestre

0

Entre janeiro e julho de 2022, órgão alcançou total de 1.722 em registros; cobranças indevidas de energia elétrica e telefonia móvel são as campeãs de queixas

O Procon Diadema encerrou o semestre com quase 2.000 atendimentos, com mais de 300 acordos realizados de forma amigável. A média foi de 9,5 atendimentos por dia entre janeiro e junho. O vilão das reclamações das pessoas que recorreram ao departamento foi a cobrança indevida de empresas de energia elétrica (Enel) e de telefonia celular.

Ao todo, o equipamento computou 1.722 atendimentos no primeiro semestre de 2022. As queixas sobre os serviços de energia elétrica e de telefonia celular se revezaram no topo do ranking de contestações durante esses meses – a Enel registrou 149 reclamações no período; empresas de celular, 117. Esses dois serviços também foram campeões de reivindicações junto ao Procon no levantamento referente a 2021.

“Esses números mostram que a população de Diadema confia no Procon como órgão de defesa do consumidor. E temos aprimorado nossos canais para fazer o melhor atendimento e com soluções rápidas para quem foi prejudicado”, comentou Eliete Menezes, diretora do Procon Diadema. O departamento fica vinculado à Secretaria de Assuntos Jurídicos.

A equipe do Procon também promove fiscalizações de rotina em mercados e supermercados da cidade, observando preços e validades dos produtos. O consumidor pode denunciar irregularidades pelo telefone 4053-7204.

Neste primeiro semestre, o Procon também promoveu fiscalizações em datas especiais. Houve vistorias em comércios durante a Páscoa e Dia das Mães, bem como orientação junto aos postos de combustível depois da redução do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) da gasolina. Houve também campanha de conscientização no Dia do Consumidor, 15 de março, com tenda e distribuição de panfletos na Praça Castelo Branco, no Centro.

A equipe da instituição é formada por agentes administrativos, agentes fiscais, oficial administrativo e estagiários, coordenação, profissionais de apoio e advogados.