Uma em cada quatro cidades relata falta de vacina contra Covid para aplicar 1ª dose, mostra levantamento

0

Quase um quarto dos municípios brasileiros teve de interromper a vacinação contra a Covid-19 nesta semana por falta de imunizantes para a primeira dose. O dado é de um levantamento da Confederação Nacional de Municípios (CNM), que apurou a situação em 2.096 prefeituras entre 19 e 22 de abril.

A pesquisa também apurou a disponibilidade do chamado “kit intubação”, essencial os pacientes graves da Covid, e de oxigênio hospitalar. Em resumo, os dados mostram que:

  • 24,3% dos municípios ouvidos (499), o equivalente a um quarto deles, estão sem vacina para aplicar a 1ª dose;
  • 28,1% dos municípios ouvidos (591) estão em risco iminente de ficarem sem “kit intubação”;
  • e 8,1% dos municípios ouvidos (171) estão em risco iminente de ficarem sem oxigênio.

A lista dos quase 500 municípios que relataram falta de primeiras doses não foi divulgada pelo CNM. O G1 apurou que cidades do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina interromperam a vacinação nesta semana.

O levantamento apontou ainda que em pelo menos 182 municípios há pacientes intubados em Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).

Desde o início de abril, Curitiba, Goiânia, Brasília, Maceió, Rio Branco e Teresina também relataram falta de doses e interromperam a imunização.

O CNM informou que o levantamento não teve resposta da totalidade de cidades no país (5.568 municípios) ““por conta do feriado na quarta-feira (21)”, quando muitas secretarias municipais suspenderam suas atividades.

Kit intubação e oxigênio

Quanto à disponibilidade do kit intubação (remédios usados o procedimento), a pesquisa apontou que, desde o início de abril, houve redução dos municípios que relataram estar em “risco iminente” de desabastecimento. Veja abaixo a evolução semanal ao longo do mês:

  • Semana 1 – 1.207 municípios com risco de acabar o kit intubação
  • Semana 2 – 975 municípios com risco de acabar o kit intubação
  • Semana 3 – 591 municípios com risco de acabar o kit intubação

No que diz respeito aos estoques de oxigênio, o levantamento mostrou que também houve uma leve queda no número de municípios que relataram estar em “risco iminente” de desabastecimento:

  • Semana 1 – 589 municípios com risco de ficarem sem oxigênio
  • Semana 2 – 391 municípios com risco de ficarem sem oxigênio
  • Semana 3 – 171 municípios com risco de ficarem sem oxigênio

FONTE: G1