Coronavírus: Médico de São Bernardo do Campo morre aos 32 anos

O médico intensivista Frédéric Jota, 32 anos, que atuava na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Rudge Ramos em São Bernardo do Campo, morreu nesta segunda-feira (21), vítima do novo coronavírus.

Segundo a família, Frédéric não possuía nenhum problema de saúde que possa ter servido de base para o óbito pelo Covid-19. Rosa Maria Rocha, tia do médico, fez uma publicação emocionante em sua rede social.

“Gente meu sobrinho Frédéric, Médico com o sonho realizado, trabalhando de frente com essa pandemia era novo, tinha 32 anos e não tinha problemas nem um de saúde. Ele era médico especializado em UTI. Hoje estamos devastado ele veio do Pará para trabalhar aqui em SP. Estou deixando esse relato aqui para prestar minha homenagem e para dizer que esse vírus não escolhe idade não. Eu estou me sentindo congelada. Não só por mim mais por toda nossa família. A minha irmã e meu cunhado que tantos esforços fizeram pra ele poder seguir sua profissão e agora que ele estava bem. Fazendo o que gosta acontece essa fatalidade. Gente se cuidem não brinquem com algo que não conhecemos. Deus guarde a alma dele e descanse em paz. E abençoe todos os médicos e que DEUS cubra com seu espírito santo.”