Paulo Serra: ‘Nas próximas horas Santo André voltará a receber o volume normal de água’

0

O prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB) em vídeo divulgado neste domingo (3), em suas redes sociais, se desculpou com os moradores sobre os transtornos da falta d’água dos últimos dias.

De acordo com o prefeito, uma adutora havia se rompido e nos últimos dias, e  houve problema elétrico nas bombas da Estação Elevatória de  Sapopemba o que dificultou a distribuição.

Paulo Serra afirmou também, que após reunião com o governador João Doria  e membros do governo paulista, a Sabesp garantiu que nas próximas horas o abastecimento será normalizado.

“Estive pessoalmente em reuniões de hoje (3) e a Sabesp acaba de me informar que as bombas já foram consertadas, a vazão voltou ao normal e nas próximas horas Santo André voltará a receber o volume de água para abastecer a cidade de forma integral”, explicou o prefeito

ABASTECIMENTO DE ÁGUA EM SANTO ANDRÉ: Sabemos que a situação é crítica e entendemos o desespero da nossa gente. Por isso, com a transparência de sempre e com o respeito pelo andreense, que sempre tivemos, mantemos o diálogo e o trabalho intenso para normalizar o serviço de abastecimento de água em toda a cidade. Há um grande esforço por parte da nossa gestão. Empenhamos técnicos do Semasa que estão, juntamente com técnicos da companhia estadual, trabalhando desde a madrugada para reverter o problema, novamente agravado por um problema elétrico na EE Sapopemba, que afeta o enchimento dos reservatórios. Hoje dependemos em 95% da água enviada pela Sabesp. Reforço que, o que está em nossas mãos, no momento, é fazer manobras técnicas para atender as áreas mais críticas, buscando levar água para as regiões que mais estão sendo penalizadas com a deficiência de abastecimento. Além disso, estamos cobrando diariamente soluções da Sabesp, que não está enviando água regularmente, principalmente nos horários de pico de consumo. Como a deficiência na vazão se repete diariamente, assim que amanhece, a pouca água dos reservatórios é rapidamente consumida. Durante o dia, com o calor e o alto consumo, mesmo com a vazão regular, os reservatórios não se recuperam e as regiões mais altas e vulneráveis acabam sem água. Precisamos combater o desperdício. Evitem, neste momento, lavar carros e calçadas nos locais onde o abastecimento já está regular, para não prejudicar os demais! Devemos fazer um uso consciente da água. Estamos tomando medidas e cobrando incansavelmente por soluções. Continuem a contar com a nossa gestão e a confiar no nosso trabalho.

Posted by Paulo Serra on Sunday, February 3, 2019