Prefeitura retoma serviços do Centro Público de Emprego e da Sala do Empreendedor

0

Suporte ao empreendedor, qualificação e busca de recolocação profissional voltam a ser oferecidos no prédio do Executivo

A Prefeitura de Santo André, por meio da Secretaria de Desenvolvimento e Geração de Emprego, retomou nesta segunda-feira (23) dois dos seus principais equipamentos de atendimento ao público: o Centro Público de Emprego, Trabalho e Renda (CPETR) e a Sala do Empreendedor.

 

Os dois espaços abriram suas portas em uma estrutura conjunta, de forma com que sejam alinhadas as políticas de suporte ao empreendedor, qualificação e busca de recolocação profissional. A cerimônia de reinauguração contou com a participação do prefeito Paulo Serra, do vice-prefeito Luiz Zacarias e do secretário de Desenvolvimento e Geração de Emprego, Ailton Lima. A reabertura dos dois serviços era uma das prioridades da atual administração e foi feita a baixo custo. No local, foram aproveitados equipamentos de outros departamentos e o espaço do Térreo 1 voltou a ser utilizado, após passar por modernização.

 

 

A Sala do Empreendedor auxilia na formalização das micro e pequenas empresas, emissão de nota fiscal, utilização do VRE, oferece orientações para a atividade empresarial, inscrição em palestras e outros serviços de apoio ao empreendedor. Só este ano, o serviço realiza em média 1.600 atendimentos e 250 processos de formalização por mês.

 

Já o CPETR vinha atuando sem os serviços de intermediação de mão de obra, mas ainda assim realizando uma média de 200 emissões de carteira de trabalho e 500 solicitações de seguro desemprego por mês em 2017. Uma série de readequações foi necessária na atual gestão para sanar os problemas herdados na estrutura, como a prestação de contas do convênio junto ao Ministério do Trabalho, que suspendeu os repasses para a Prefeitura, uma equipe em número insuficiente para operação dos serviços e um espaço físico inadequado para o suporte ao cidadão.

 

 

Na avaliação do secretário Ailton Lima, a geração de renda não vem somente pelo trabalho formal, mas também pela atividade empreendedora, e a administração municipal tem que estar preparada para dar o suporte necessário ao munícipe para todas as possibilidades. “Estamos devolvendo à população um serviço que foi subtraído dos munícipes. Por enquanto estamos utilizando um espaço menor, mas faremos muito mais, mesmo com menos. Estamos voltando com muita capacidade, vontade e entusiasmo, tenho certeza que é um passo muito importante para a geração de emprego na cidade”, disse o secretário de Desenvolvimento e Geração de Emprego.