Vacinação contra gripe começa nesta segunda na cidade de SP em escolas e estabelecimentos de educação

0

A Prefeitura de São Paulo começa nesta segunda-feira (12) a campanha de vacinação contra a gripe. Fazem parte do primeiro grupo prioritário, que será vacinado até o dia 10 de maio, os profissionais de saúde, as gestantes, puérperas, crianças de seis meses a menores de seis anos de idade e os povos indígenas.

Neste ano, por conta da imunização contra o coronavírus, a vacinação da gripe é feita apenas em escolas e estabelecimentos de educação da cidade.

A medida foi tomada pela prefeitura para evitar aglomerações nos postos de saúde e evitar o cruzamento de públicos-alvo. A meta é imunizar 5 milhões de pessoas na capital.

Com o retorno das atividades presenciais a partir desta segunda (12), as unidades vão manter o apoio à vacinação em áreas internas ou externas que não serão usadas no período de aulas.

Cronograma da vacinação

A campanha da gripe começa com inversão na ordem do grupo prioritário. Também por conta da pandemia, e da imunização de idosos contra a Covid, as crianças de seis meses a seis anos e gestantes serão vacinadas antes da população acima de 60 anos.

A partir do dia 11 de maio, poderão ser vacinados os idosos com 60 anos ou mais, além dos profissionais de escolas públicas e privadas.

Já na terceira fase da campanha, serão contemplados outros grupos: pessoas com comorbidades e com deficiência (física, auditiva, visual, intelectual e mental ou múltipla); caminhoneiros, trabalhadores portuários e de transporte coletivo; profissionais das forças armadas, de segurança e salvamento e funcionários do sistema prisional; população privada de liberdade e jovens e adolescentes sob medidas socioeducativas.

Atualização da caderneta de vacinação

Além da vacinação contra a gripe, a gestão estadual fará uma campanha para atualização da caderneta de vacinação com a oferta das demais vacinas no calendário nacional de vacinação para esses grupos.

Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, por conta da pandemia de Covid, o número de crianças que deixaram de tomar as vacinas ainda segue elevado.

Vacinação gripe e Covid: orientações

A Secretaria Municipal da Saúde afirma que quem tomou a vacina contra a Covid deve esperar 14 dias para ser imunizado contra a gripe.

Pessoas com diagnóstico de Covid confirmado ou em curso há menos de 28 dias devem adiar a vacinação contra a influenza.

Fonte: G1