Um dos poucos contra o aumento salarial de Covas, Suplicy fala da incoerência do projeto

0

Vereadores de São Paulo aprovaram, em sessão extraordinária na manhã desta segunda-feira (21), um projeto de lei que prevê aumento de 46% no salário do prefeito Bruno Covas (PSDB) . O tucano recebe, atualmente, R$ 24.175,55, e com o aumento, passaria a receber  R$ 35.462, seu vice, Ricardo Nunes (MDB) , e os secretários municipais também terão reajuste.

Na votação, apenas 12 vereadores votaram contra, um deles foi Eduardo Suplicy (PT), que usou o plenário para falar da incoerência do projeto.

Só seria razoável aprová-lo se fosse feita de uma maneira conjunta para os servidores, começando com os que ganham até 2 salários mínimos”, disse Suplicy.