GREVE: Metrô SP confirma paralisação na Greve Geral do dia 14

Em assembleia na noite desta quinta-feira dia 06/06 foi decidido que o Metrô de SP participará da greve geral que será realizada no dia 14/06.
O sindicato dos metroviários aprovou hoje a participação na greve contra a reforma da previdência. A paralisação ocorrerá a partir da meia noite do dia 14 e terá a duração de 24 horas.

A greve geral terá participação dos bancários, metalúrgicos, ônibus, transporte público sobre trilhos e outros diversos setores.
Haverá também no dia 13 de junho uma nova assembleia para a organização da Greve.
Segundo eles, a proposta do Presidente Jair Messias Bolsonaro tem privilégios dos militares, parlamentares e alto escalão do Poder Judiciário, e fará com que os trabalhadores não tenham a oportunidade de se aposentar antes de morrer. 

A greve geral programada pelas centrais sindicais para o dia 14 de junho está sendo preparada em ritmo de mobilização total. Os sindicalistas estão em esforço concentrado e atuando com a meta de colocar nas ruas no mínimo a mesma quantidade de pessoas que aderiram à greve de abril de 2017, contra as reformas da Previdência e trabalhista de Michel Temer.

Fonte: Mobilidade SP