Doria desiste de aumentar tarifas do Metrô e da CPTM com medo do “Efeito Chile”

O jornalista Kennedy Alencar informou na noite da ultima quarta-feira (13), que o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), decidiu que não aumentará as tarifas do Metrô paulista em 2020. Doria teme que as manifestações populares que sacodem o Chile se repitam em São Paulo.

Por lá, as gigantescas mobilizações começaram quando o governo do presidente neoliberal Sebastián Piñera decidiu reajustar as passagens do Metrô em 30 pesos na capital Santiago.

Foi o estopim para que os trabalhadores e estudantes chilenos ocupassem as ruas contra todo o fracasso da política neoliberal de Piñera, a ponto de reunir mais de 1 milhão de pessoas em uma das manifestações.