Assembleia Legislativa destinará R$ 325 milhões para combate ao coronavírus

Recurso é proveniente de emendas parlamentares dos 34 deputados estaduais e será utilizado exclusivamente em ações de Saúde para combate e prevenção da pandemia

O Governador João Doria anunciou, nesta sexta-feira (3), a destinação de R$ 325 milhões da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) para a Secretaria da Saúde do Estado, que fará a aplicação dos recursos em ações de combate à pandemia do coronavírus. O montante é fruto de emendas parlamentares de todos os 94 deputados estaduais de São Paulo.

A decisão da bancada foi comunicada ao Governador João Doria pelo Presidente da Assembleia Legislativa, Cauê Macris, juntamente com o líder do Governo, Carlos Pignatari. O Governador agradeceu aos parlamentares, ressaltando que os mesmos abriram mão das emendas, independente de questões partidárias e ideológicas.

“Quero cumprimentar deputadas e deputados da Assembleia Legislativa de São Paulo que tomaram a decisão de destinar integralmente suas emendas para a saúde pública. Os parlamentares abriram mão das suas visões partidárias para, num gesto de humanidade, estarem unidos em uma mesma causa: salvar vidas em São Paulo. Um gesto registrado para a história”, disse Doria.

A autorização para liberação do primeiro lote, no valor de R$ 82 milhões, será publicada no Diário Oficial do Estado neste sábado (4). O restante dos recursos, no total de R$ 243 milhões, será liberado no prazo máximo de dez dias.

O dinheiro proveniente das emendas será aplicado imediatamente pela Secretaria da Saúde nas ações de enfrentamento da pandemia em todo o Estado. “Os recursos serão utilizados no atendimento às pessoas que estão infectadas, nas ações preventivas e no apoio aos municípios, como temos feito desde o início desta crise”, afirmou o Governador.

Recursos federais

O Governador João Doria já havia anunciado, na última segunda-feira (30), a destinação de R$ 219 milhões, fruto de emendas parlamentares do Congresso Nacional, para combate à disseminação do coronavírus e reforço no atendimento de saúde aos pacientes infectados. O recurso foi destinado pela bancada paulista, que é coordenada pelo Deputado Federal Vinicius Poit e composta por 70 deputados e três senadores de vários partidos.