Em retaliação a Bolsonaro, PSL quer auditoria nas contas da campanha presidencial

Brazil's President Jair Bolsonaro reacts during a news conference at the Planalto Palace in Brasilia, Brazil August 1, 2019. REUTERS/Adriano Machado

O clima entre os dirigentes do PSL está cada vez mais quente.

Logo após o presidente Jair Bolsonaro e 21 parlamentares terem pedido ao PSL acesso às contas do partido para auditoria, o comando da legenda decidiu contra-atacar. Vai pedir auditoria nas contas da campanha presidencial do ano passado.

A medida pode expor possíveis irregularidades cometidas pela coordenação de campanha do presidente, que na época era comandada por Gustavo Bebiano, advogado que virou ministro e demitido a pedido dos filhos de Bolsonaro.