Centro Logístico solta nota à imprensa, após cancelamento de Audiência Pública por decisão liminar

0

Após decisão liminar concedida pela juíza Roberta Hallage Gondim Teixeira, da 1ª Vara da Fazenda Pública do Fórum de Santo André, nesta quinta-feira (28), suspendeu a audiência pública que seria realizada para debater a construção de um centro logístico em Paranapiacaba, a empresa, Centro Logístico Campo Grande soltou nota explicando o fato.

NOTA À IMPRENSA

 

A empresa Fazenda Campo Grande Logística e Participações reforça que, de forma leal e transparente com a sociedade, apresentou o projeto e os Estudos Ambientais do Centro Logístico,  que pretende implantar em Campo Grande. Foram realizadas mais de 30 reuniões prévias com a sociedade, sempre estando à disposição da população de Santo André e região para dúvidas e sugestões sobre o projeto.

Todo o trabalho realizado por mais de 40 especialistas, sempre pautou pela sustentabilidade do desenvolvimento econômico, social e ambiental que o projeto proporcionará.

Para a realização da audiência pública, que aconteceria hoje, 28, na Casa de Portugal, foram seguidos todos os ritos estabelecidos pelos órgãos responsáveis, bem como todos os documentos exigidos foram juntados e foi dada ampla divulgação pelos meios de comunicação.

Lamentavelmente, com uma medida liminar foi cerceado o direito da sociedade poder debater, num ambiente democrático, a viabilidade do empreendimento. Desta forma, interrompe-se o processo democrático e de direito da população.

Dentro de uma postura ética e transparente, a Família Rawet tem a convicção que o bom senso e o respeito à Lei e à sociedade prevalecerão, restabelecendo o rito legal do processo de licenciamento.