Torcida do Corinthians para com gritos homofóbicos após campanha do clube

Na última semana, o Corinthians se posicionou contra a homofobia através de uma nota oficial e aderiu à hashtag do movimento contra atitudes homofóbicas.

Recentemente, clubes brasileiros foram ameaçados de punição nos campeonatos que disputam em casos de homofobia praticados pela torcida. Diante disso, os times se uniram em campanha contra atitudes homofóbicas e criaram a hashtag #DigaNãoÀHomofobia.

A nota oficial publicada pelo clube defende que “as arquibancadas devem receber bem pessoas de todos os níveis sociais, idades, origens, credos, raças, gêneros e orientações sexuais, unidas pela paixão comum ao futebol”, e trata como inaceitável a existência de práticas discriminatórias nos estádios.

A campanha nas redes sociais parece ter surtidos efeito, já que na partida diante do Atlético Mineiro no último domingo (01), a torcida não fez nenhuma analogia homofobia na Arena Corinthians.