Santo André entrega mais de 300 matrículas de imóveis no Centreville

0

Cerca de 70% dos moradores do bairro já receberam suas escrituras, resolvendo problema histórico da cidade

A Prefeitura de Santo André, por meio da Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária, realizou nesta sexta-feira (10) a entrega de mais de 300 matrículas de imóveis a moradores do bairro Centreville.

Em virtude da pandemia, a cerimônia de entrega dos títulos de propriedade foi realizada com público limitado. 50 matrículas foram recebidas no evento e o restante está sendo entregue pela equipe da Prefeitura na residência dos beneficiários.

Desde o início do processo de regularização fundiária da área, que é um marco inédito na cidade depois de quase 40 anos, foram entregues mais de 400 matrículas. Além das 300 matrículas recebidas agora, outras 150 serão disponibilizadas nos próximos dias.

O compromisso da Prefeitura de Santo André é continuar com este trabalho até que todos os moradores tenham suas matrículas em mãos, o que deve ocorrer até o final de 2021.

O prefeito Paulo Serra comemorou o avanço dos trabalhos e garantiu a continuidade da Regularização Fundiária em diversas áreas da cidade. “Estamos marcando história e já viramos referência com a regularização fundiária para o Estado e para o país. A pandemia atrapalhou um pouco o andamento dos trabalhos, mas seguimos a todo vapor para entregar cada vez mais matrículas em Santo André. Nosso objetivo é garantir esta segurança jurídica para o maior número de moradores no menor tempo possível. Já temos uma marca histórica e vamos ampliá-la nos próximos anos”.

O secretário de Habitação e Regularização Fundiária, Rafael Dalla Rosa, agradeceu ao prefeito Paulo Serra e ao secretário executivo de Habitação do Estado e presidente do programa Cidade Legal, Fernando Marangoni, e destacou que essa parceria tem garantido o sucesso do programa de Regularização Fundiária na cidade. “O Centreville faz parte do maior programa de regularização fundiária já desenvolvido no município. Entregamos mais de 6 mil matrículas nos últimos quatro anos, estamos finalizando mais de 3 mil e esperamos dobrar esse número nos próximos anos. Nossa gestão é a que mais entrega matrículas para a nossa população”, completou Rafael.

Carmem Alves, de 68 anos, moradora do bairro desde 1982, não escondeu a emoção ao receber a escritura tão aguardada. “Nesse tempo todo ouvimos várias promessas não cumpridas, mas o prefeito Paulo Serra resolveu o problema. É um sonho realizado”, completou.

Edinaldo de Amorim, 53 anos, morador do Centreville há 28 anos, também recebeu o documento definitivo de posse de sua casa. “Foram anos de expectativa. Esta escritura representa tudo para mim e para minha família”, disse.

“A casa própria regularizada é o sonho de muita gente. São várias as histórias de pessoas que esperam esse momento por anos. Famílias inteiras que sofrem pela insegurança de a qualquer momento perderem o seu mais importante bem. É por elas que lutamos. Queremos que a alegria de receber a escritura e o título de propriedade em mãos seja cada vez mais realizada. Com esta parceria entre a cidade de Santo André e o programa Cidade Legal, vamos entregar ainda mais escrituras para os moradores”, destacou o secretário executivo da Habitação do Estado de São Paulo e presidente do programa Cidade Legal, Fernando Marangoni.

A área do Centreville foi ocupada em 1982, após a falência da construtora Nova Urbes que tentava construir um condomínio de alto padrão no local. Hoje, o bairro conta com aproximadamente 1,3 mil famílias.

Todos os documentos relacionados a este evento são disponibilizados aos moradores sem nenhum custo, graças a parceria da Prefeitura com o Governo do Estado de São Paulo.