Preso por suspeita de corrupção, Baldy votou no impeachment da Dilma para ‘limpar o país da corrupção’; veja o vídeo

Preso nesta quinta-feira (6/8) por suspeita de corrupção, o secretário de Transportes do Governo de São Paulo, Alexandre Baldy, votou a favor do impeachment da então presidente Dilma Rousseff (PT) em 2016.

“Agradeço a Deus por ter a oportunidade de ajudar o meu povo a limpar esse país de mazelas, corrupção e malfeitos”, alegou na época.

O secretário é apontado por atos suspeitos antes de assumir a pasta em São Paulo. Ele já atuou como deputado federal por Goiás e ministro das Cidades no governo do ex-presidente Michel Temer.

De acordo com as investigações, Baldy usou da influência dos dois últimos cargos para intermediar contratos, sobre os quais ganharia um percentual.