spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

top 5 da semana

spot_img

posts relacionados

Polícia Federal conclui que não houve ação criminosa no incêndio do Museu Nacional

Fonte: EBC

A Polícia Federal concluiu que não houve ação criminosa no incêndio que consumiu há quase dois anos o prédio histórico do Museu Nacional, no Rio de Janeiro. A perícia técnica-criminal confirmou que o início do fogo ocorreu no Auditório Roquette Pinto, localizado no 1º andar, próximo à entrada principal do Museu, e que o local provável do início das chamas foi um dos aparelhos de ar condicionado instalados no auditório.

O Palácio São Cristóvão, na Quinta da Boa Vista, zona norte carioca, foi destruído pelo fogo em setembro de 2018.  O Museu, que no passado serviu de residência da família imperial,   é considerado um dos maiores em história natural e antropologia das Américas.

Segundo a investigação da  PF, em agosto de 2015, o Corpo de Bombeiros havia iniciado uma fiscalização no prédio, que não foi concluída.  O oficial dos bombeiros, responsável pela verificação das condições de segurança, foi punido administrativamente.

Ainda de acordo com a PF, após a fiscalização feita pela metade, o Reitor da UFRJ e a Diretora do Museu Nacional iniciaram tratativas com o BNDES para revitalização do prédio, entre outros motivos, para adequação ao Código de Segurança contra Incêndio e Pânico.

O contrato foi assinado em junho de 2018, porém o valor não foi desembolsado antes do incêndio. Com base nas provas colhidas, a investigação da Polícia Federal não caracterizou a conduta dos gestores como omissa. 

Com as obras de restauração e o resgate de peças paralisados pelas medidas de isolamento social, o trabalho do museu tem se concentrado na elaboração de projetos para continuar a recuperação em meio à pandemia de coronavírus.

Samuel Boss
Samuel Boss
Iniciou sua carreira na criação do Blog do Vereador que se transformou no jornal de sátira política, Quarta Ordinária. Escreveu para os jornais Estação Notícia, Repórter Diário e Opinião Pública. Foi editor do Jornal A Voz de Ribeirão Pires e criador da TV São Caetano. Teve programas na TV+, EcoTV, TVABCD, Repórter Diário e Rádio ABC.

Popular Articles