Polícia Civil faz buscas na sede do MBL e prende dois homens por lavagem de dinheiro

Agentes do Ministério Público estão na sede do Movimento Brasil Livre (MBL) em São Paulo nesta sexta-feira (10). Eles investigam, em colaboração com a Polícia Civil e a Receita Federal, suspeita de lavagem de dinheiro e ocultação de patrimônio.

Dis mandados de prisão foram cumpridos contra Alessander Monaco Ferreira e Carlos Augusto de Moraes Afonso, conhecido nas redes como Luciano Ayan, dono do blog Ceticismo Político.

Segundo a Polícia Civil, os envolvidos teriam desviado mais de R$ 400 milhões de empresas ligadas à disseminação de fake news (notícias falsas)

Os policiais cumprem seis mandados de busca e apreensão e dois de prisão preventiva na capital e em Bragança Paulista. Até o momento, dois homens foram presos, segundo informações da Secretaria de Segurança Pública de SP. 

Em nota, o MBL afirmou que os dois presos – Alessander Monaco Ferreira e Carlos Augusto de Moraes Afonso – “não são integrantes e sequer fazem parte dos quadros do MBL. Ambos nunca foram membros do movimento”.