No Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, o desabafo de uma mãe que vive pelo seu filho

“Hoje , Dia Internacional da Pessoa com Deficiência …
Dia de Reflexão e de Desabafo ..
Amanheci pensando nesses 13 anos de aprendizado com meu filho , com duas deficiências , visual e autismo
E sem coitadismo, dó ou piedade ..
Luta diária pela inclusão , respeito e Oportunidade
Alguns avanços, dentre eles, a inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho
Hoje nos deparamos com a possibilidade da perda desses direitos , com um Projeto de Lei encaminhado ao Congresso em caráter de Urgência , que ameaça a Lei de Cotas e Direitos do empregados com Deficiência. Nao basta ter intérpretes de libras na cerimônia de posse , é preciso comprometimento verdadeiro , olhar e atitude de inclusão . Para os empresários uma atitude cômoda e preconceituosa, mais fácil pagar ao governo do que tê-los em seu ambiente de trabalho . Não vamos desistir , mais uma bandeira que vamos erguer e lutar para que esse projeto nao dê prosseguimento.
E por falar na luta pela causa, todos sabem que nossa premiação nos deu visibilidade e a partir de então , nossa responsabilidade aumenta e aquele gesto simples com meu filho , nos deu oportunidade de falar e conscientizar o mundo do futebol , da importância que o esporte pode ter na vida dessas pessoas. Não procuramos essa situação ou visibilidade , muito menos temos a vaidade de aparecer para o mundo. O fato é que aparecemos, fomos aplaudidos por todos e a partir daí, abraçamos uma causa maior, tirar as pessoas com deficiência da exclusão e dar oportunidade para os outros de serem incluídos no esporte de alguma forma.
Graças a Deus, a grande maioria das pessoas pelo mundo afora nos aplaudem e nos apoiam, mas acreditem, tem pessoas que nos acham oportunistas, que queremos aparecer, chegam dizer ceguinho mimimi. Sim , existem pessoas pobres de espírito , infelizes, recalcados, desumanos , ignorantes .
Meu desabafo vem para dizer a eles, obrigada , porque seus recalques são combustíveis para seguir sempre nessa luta , não só pelo meu filho , por todos , de todas origens , de todos os times de futebol , de todo canto do mundo. Desistir , jamais. Parabéns a todos q hj, como nós,estão na luta pela causa da Pessoa com Deficiência.”

Silvia Prin

View this post on Instagram

Hoje , Dia Internacional da Pessoa com Deficiência … Dia de Reflexão e de Desabafo .. Amanheci pensando nesses 13 anos de aprendizado com meu filho , com duas deficiências , visual e autismo E sem coitadismo, dó ou piedade .. Luta diária pela inclusão , respeito e Oportunidade Alguns avanços, dentre eles, a inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho Hoje nos deparamos com a possibilidade da perda desses direitos , com um Projeto de Lei encaminhado ao Congresso em caráter de Urgência , que ameaça a Lei de Cotas e Direitos do empregados com Deficiência. Nao basta ter intérpretes de libras na cerimônia de posse , é preciso comprometimento verdadeiro , olhar e atitude de inclusão . Para os empresários uma atitude cômoda e preconceituosa, mais fácil pagar ao governo do que tê-los em seu ambiente de trabalho . Não vamos desistir , mais uma bandeira que vamos erguer e lutar para que esse projeto nao dê prosseguimento. E por falar na luta pela causa, todos sabem que nossa premiação nos deu visibilidade e a partir de então , nossa responsabilidade aumenta e aquele gesto simples com meu filho , nos deu oportunidade de falar e conscientizar o mundo do futebol , da importância que o esporte pode ter na vida dessas pessoas. Não procuramos essa situação ou visibilidade , muito menos temos a vaidade de aparecer para o mundo. O fato é que aparecemos, fomos aplaudidos por todos e a partir daí, abraçamos uma causa maior, tirar as pessoas com deficiência da exclusão e dar oportunidade para os outros de serem incluídos no esporte de alguma forma. Graças a Deus, a grande maioria das pessoas pelo mundo afora nos aplaudem e nos apoiam, mas acreditem, tem pessoas que nos acham oportunistas, que queremos aparecer, chegam dizer ceguinho mimimi. Sim , existem pessoas pobres de espírito , infelizes, recalcados, desumanos , ignorantes . Meu desabafo vem para dizer a eles, obrigada , porque seus recalques são combustíveis para seguir sempre nessa luta , não só pelo meu filho , por todos , de todas origens , de todos os times de futebol , de todo canto do mundo. Desistir , jamais. Parabéns a todos q hj, como nós,estão na luta pela causa da Pessoa com Deficiência.

A post shared by Silvia Prin Grecco (@pringrecco) on