Funcionário morre em loja do Carrefour de Recife e corpo é escondido em guarda-sóis

0

Uma loja da rede de hipermercados Carrefour, localizada no Recife (PE), manteve a unidade aberta e em funcionamento mesmo após a morte de um promotor de vendas, ocorrida enquanto ele trabalhava no interior do mercado, localizada no bairro Torre, da capital pernambucana.

O colaborador, identificado pelo próprio Carrefour como Moisés Santos, sofreu um infarto na manhã da última sexta-feira (14).

O mal súbito teria ocorrido por volta das 8h, e o corpo de Santos só teria sido retirado do interior da loja após às 11h, com a chegada de uma equipe do IML (Instituto Médico Legal). Para manter o local em funcionamento, funcionários bloquearam o acesso visual ao corpo de Moisés com caixas, tapumes e guarda-sóis, segundo imagens compartilhadas nas redes sociais.

A postura, duramente criticada nas redes sociais, foi denunciada em um grupo de Facebook que reúne promotores de vendas de diversos produtos.

Cobrada nas redes, a franquia Carrefour reconheceu que manteve a loja aberta e informou que revisará os protocolos determinando o fechamento da unidade em casos semelhantes.

“Respeitamos e nos preocupamos com todos. Sentimos muito pelo falecimento do Sr. Moisés e mudamos os protocolos para que as lojas sejam fechadas em casos de fatalidades como essa. Seguimos à disposição para apoiar a família do Sr. Moisés”, afirmou, em resposta no Twitter.

View this post on Instagram

Nota Oficial do Carrefour

A post shared by Carrefour Brasil (@carrefourbrasil) on