Em menos de 24 hora de prisão, Garotinho e Rosinha serão soltos por ordem de desembargador

Menos de 24 horas depois de terem sido presos preventivamente, os ex-governadores Anthony Garotinho e Rosinha Matheus foram beneficiados nesta quarta-feira por decisão do desembargador Siro Darlan, plantonista do Tribunal de Justiça, que mandou soltar o casal. Eles passaram a noite no presídio de Benfica e devem deixar a cadeia nas próximas horas. Rosinha e Garotinho foram presos ontem de manhã denunciados pelo MP estadual, acusados de receberem propinas em dois contratos para construção de casas populares em Campos dos Goytacazes. As planilhas foram entregues pelos delatores da Odebrecht.