Celso de Mello autoriza PGR, PF e Moro a acessarem o vídeo de reunião do Planalto

0
Sessao do STF no doa seguinte a denuncia do Joesley Batista (JBS) contra o presidente Michem Temer. Foto: Sérgio Lima/PODER 360

 O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou o acesso da Procuradoria-Geral da República (PGR), da Polícia Federal (PGR), e do ex-ministro Sergio Moro ao vídeo enviado pelo governo à Corte. A imagens são de uma reunião em que, segundo Moro, o presidente Jair Bolsonaro tentou interferir de forma indevida nas atividades da PF. O governo enviou o material ao Supremo na sexta-feira, com pedido para que fique sob sigilo

De acordo com a decisão, Mello quer que as partes tenham acesso apara elaboração de perguntas no processo.