Capital Inicial: ex-guitarrista e fundador processa banda por direitos do Acústico MTV

O roqueiro teria direito a 2 reais de cada cópia, o Acústico MTV do Capital Inicial foi um dos mais bem sucedidos com três milhões de cópias vendidas.

O ex-guitarrista e fundador do Capital Inicial Loto Jones, entrou com processo judicial contra a banda brasiliense e a gravadora Sony Music por royalties não pagos a ele pelo álbum Acústico MTV e também pela exploração do uso do registro da banda que ele ajudou a fundar em 1982 e saiu no final de 2001.

Segundo o advogado que representa Loro, os processos somam uma quantia superior a 1 milhão de reais e a Sony Music teria oferecido 85 mil reais como um acordo com o ex-guitarrista do Capital Inicial.

A possível causa do processo teria ocorrida em 2003 quando a Abril Music, que tinha o passe do Capital Inicial abriu falência e a banda não só assinou com a Sony Music mas teve seus três álbuns lançados pela Abril incorporados ao catalógo da Sony que não teria incluido no contrato Loro Jones, que já não fazia parte da banda desde o fim de 2001.