Bolsonaristas tentam fazer do PM morto um herói, mas vídeo mostra o momento em que o policial atira em colegas

0

Bolsonaristas tentam fazer do o policial militar que disparou tiros de fuzil contra agentes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) depois de um surto psicótico no Farol da Barra, em um herói que lutou a favor dos trabalhadores na pandemia. O Caso aconteceu em Salvador, na tarde de domingo (28). 

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL), divulgou o vídeo do PM gritando: “Eu não vou deixar, não vou permitir que violem a dignidade humana de um trabalhador”.

A deputada Bia Kicis também publicou um tuíte sobre o caso, mas devido as críticas apagou o post.

De acordo com os bolsonaristas, o policial morto estava defendendo os trabalhadores contra as medidas duras dos governadores, no entanto, o vídeo mostra o momento em que o PM atira nos colegas que tentavam negociar sua rendição. Veja: