BMG demite Marcelinho Carioca após encontro com Bolsonaro

0

O encontro entre o ex-jogador Marcelinho Carioca e o presidente Jair Bolsonaro foi um dos temas mais comentados desta quarta-feira (29) nas redes sociais. Especialmente porque Carioca levou uma camiseta do clube para que o presidente a vestisse – Bolsonaro é palmeirense e já havia se negado a vestir a camiseta alvinegra outras vezes.

Porém, ao parecer, essa repercussão não tem sido nada boa para o ex-atleta, um dos maiores ídolos da história do clube, mas que tem colecionado repúdios nesta tarde, de outros nomes históricos do Corinthians, como Casagrande e Ralf, e de muitíssimos torcedores.

Tanta insatisfação fez com que o banco BMG (patrocinador Master do Corinthians) rescindir o contrato de Marcelinho, que ostentava até então o título de embaixador da parceria entre o clube e a marca.

“O Banco BMG esclarece que é apenas patrocinador e parceiro do Sport Club Corinthians Paulista, não tendo nenhuma responsabilidade por ação isolada de terceiros envolvendo a marca da instituição”, informou o comunicado da empresa, no qual informa que o contrato com Marcelinho foi encerrado.