Rodrigo Maia rivaliza com governo e apoia jornalista do Intercept

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM) se posicionou oficialmente sobre os últimos acontecimentos envolvendo a Vaza Jato – série de reportagens do Intercept que revelam mensagens trocadas entre Sérgio Moro e procuradores da Lava Jato.

Após a prisão de quatro supostos hackers, que teriam invadido os telefones de mais de cem autoridades e supostamente compartilhado a informação para o jornalista, Glen Greenwald, Maia resolveu rivalizar com o governo.

Em seu Twitter o presidente da Câmara disse ser favorável à “liberdade de imprensa em qualquer circunstância”, além de defender o “sigilo da fonte”.