Parra reúne amigos e apoiadores para balanço de 18 meses de mandato

O vereador de São Caetano do Sul, Edison Parra (PSB), reuniu cerca de 100 amigos e apoiadores para um balanço de 18 meses de mandato. O encontro contou com a presença do prefeito José Auricchio Júnior e do assessor do deputado federal Alex Manente, Thiago Auricchio.

Em 18 meses de mandato foram protocoladas 284 proposituras, sendo 49 projetos de lei, 182 indicações e 53 requerimentos. Dos projetos de lei protocolados 12 foram aprovados e 37 estão em tramitação na Câmara Municipal.

O prefeito Auricchio elogiou a atuação de Parra como vereador da cidade.

“O Parra é sem dúvida um dos vereadores mais atuantes de nossa cidade e que valoriza cada voto que recebeu”, falou.

Parra destacou alguns de seus projetos de lei aprovados como: Teste da Linguinha e do Coraçãozinho, feitos nos recém-nascidos nas primeiras 24 horas de vida e que servem para identificar possíveis problemas na alimentação e na fala, como a língua presa, e para rastrear cardiopatias congênitas graves; alteração na Lei 4.616/2008 que trata da Campanha de incentivo a Admissão de Pessoas Idosas no Mercado de Trabalho.

A alteração da Lei 4.597/2008 que trata de campanha de combate a todo tipo de Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, incluindo o DISQUE 100 e acrescentando palestras de psicólogos, pedagogos e membros do Conselho Tutelar e fomento aos cinemas itinerantes; denominação oficial da Praça da Blíblia, localizada na Avenida Goiás; Lei 5.613/2018 que assegura que crianças com Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) tenham a reserva de assentos da primeira fila, em salas de aulas de escolas públicas municipais e privadas de São Caetano do Sul, entre outros.

Parra foi o autor do requerimento que criou a Comissão Especial de Ciência, Tecnologia e Inovação da Câmara Municipal, da qual é membro.

Entre as principais indicações protocoladas estão a conquista do polo da UNIVESP (Universidade Virtual do Estado de São Paulo) em São Caetano do Sul com 150 vagas para os cursos de Engenharia de Produção, Engenharia de Computação, e Licenciatura em Pedagogia, a revitalização do Parque Guaiamu e a transferência de recursos para programas sociais e área da saúde.

                “Durante esses meses me preocupei em ouvir o que a população precisa e tentei colocar em prática, por meio dos projetos de lei, indicações e requerimentos”, explicou Parra.

                O vereador falou ainda sobre projetos que estão em andamento.

“Fiz indicação para que o prefeito solicite junto ao Governo do Estado uma unidade da Escola Técnica de Economia Criativa, tenho dois projetos de extrema importância que estão sendo avaliados pelas comissões da Câmara. Um cria o Programa de Estímulo ao Escotismo nas redes de ensino de São Caetano do Sul e outro que dispõe sobre o atendimento prioritário nas UBS’s da cidade a todas as mulheres com menos de 60 anos e que tenham sob sua responsabilidade pessoa com necessidade de cuidados especiais”, contou Parra.

                Outro assunto discutido durante o balanço de 18 meses de mandato, foi a emenda ao Processo 1593/18, que suprimiu o inciso IX, onde era feito o repasse na ordem de R$ 1.203.990,12, ao Consórcio Intermunicipal do Grande ABC.

“O repasse era feito para gerar investimento nas sete cidades e isso não estava acontecendo. São Caetano nunca teve retorno desse dinheiro, por isso achei correto fazer a emenda que suprimiu o repasse. Esse recurso poderá ser repassado para entidades sociais que atuam na nossa cidade”, finalizou Parra.