A ‘nova política’ vai precisar acordar cedo se quiser chegar a prefeitura

Em Ribeirão Pires e no ABC existem movimentos que se denominam “nova política”, porém a administração pública ainda funcionam com a velha prática de trabalhar das 8h às 18h. A nova política vai ter que se adaptar a esta rotina se quiser chegar a prefeitura e administrar os serviços públicos dos cidadãos.

A nova política faz  atendimentos ao cidadãos, visitas e encaminhamento de demandas só depois do meio dia, e isso vai ter que mudar se seus membros quiserem galgar novos patamares. Afinal, a nova política tem apreço pelo sono.

A nova política quando requisitada pela manhã, geralmente atribui aos assessores o trabalho de enfrentar a situação difícil de pular da cama antes das onze. Se a estrada é enlameada, faz gravação de dentro do carro para não sujar a sola do pé.

Enquanto a nova política dorme, os considerados “velhos políticos” estão na rua apresentando trabalho, visitando lideranças, acompanhando os eventos esportivos na cidade, e isso reflete na pesquisa. A “velha política” com mais que o dobro de preferência pelo eleitorado. A cidade está a caminho de escolher a “velha política”.

Prefeitura não é para amadores, o rótulo do ‘novo’ também envelhece, quando este não tem o que apresentar, porém a prática boa, jamais perde o prazo de validade.