Vereador Leonardo Alves protocola documento em defesa dos trabalhadores que dependem do transporte público após às 22h

0
1

Com a decisão dos prefeitos de Mauá, Santo André, Diadema e São Bernardo do Campo de paralizar o transporte público após às 22h como parte do Lockdown noturno, o vereador de Mauá, Leonardo Alves (PSDB), protocolou um ofício na Câmara Municipal da cidade destinada ao Consórcio Intermunicipal Grande ABC em defesa dos trabalhadores que utilizam os ônibus municipais no período noturno.

De acordo com o documento, o parlamentar justifica que muitos moradores do ABC trabalham na capital e utilizam os trens da CPTM (que está funcionando normalmente), e os ônibus municipais. Com a decisão de paralisar o transporte municipal, muitos seriam prejudicados.