Ubiratan Figueiredo denuncia descaso com lago em parque público de São Caetano  

Nas redes sociais os moradores reclamaram do descaso

O lago do parque público Catarina Scarparo D’Agostini, mais conhecido como “Chiquinho”, no bairro São José foi alvo de duras críticas pelo vereador Ubiratan Figueiredo da ONG (PR), na última sessão ordinária da Câmara Municipal.

O vereador citou em seu discurso o total descaso e abandono da Prefeitura Municipal em relação à preservação do meio ambiente no local. Devido a um possível vazamento, até o momento não confirmado pela administração pública, o lago simplesmente, secou. Pouco mais de 5% de água é o que mantem peixes e tartarugas ainda vivas no local.

“A vida que ali ainda se encontra está em perigo iminente de morrer. Tartarugas estão sufocadas em blocos de “lama” em diversos locais do lago. Aqueles animais precisam com urgência serem retirados dali. Um crime ambiental pode estar acontecendo dentro de um próprio público e nada se faz”, concluiu

 o vereador.

O parlamentar protocolou ainda, requerimento solicitando informações do prefeito José Auricchio Júnior querendo saber, dentre outros questionamentos, o que de fato aconteceu com lago? Desde quando a Prefeitura Municipal tomou ciência desse possível vazamento? Porque até o momento a Prefeitura não se manifestou na retirada daqueles animais prestes a morrerem? Qual o prazo para conserto e revitalização do lago e do espaço? Qual órgão/setor público está responsável pela manutenção e cuidado com o lago?

O lago foi alvo de críticas de moradores nas redes sociais. O primeiro a se manifestar foi um dos coordenadores do movimento contra Taxa do Lixo, Diego Schulz, que gravou um vídeo reclamando do estado do lago.