Ladrões usavam pacote de presente para praticar furtos em supermercados

0
1

Dois homens e duas mulheres foram presos por volta do meio-dia de domingo (21/02) no Centro de São Caetano e são acusados de furtar mercadorias em supermercados da cidade, principalmente carnes. Esse é o segundo flagrante do tipo em três dias, o outro aconteceu em São Bernardo, na quinta-feira (18/02) quando dois homens foram presos também acusados de furtarem peças de carnes nobres de dois supermercados no Centro da cidade.

No flagrante do dia 18, os acusados escondiam as carnes em uma mochila e saiam sem pagar. Desta vez o método foi mais engenhoso. Eles chegavam aos estabelecimentos com uma caixa grande, embrulhada para presente e adentravam aos estabelecimentos sem deixar o pacote no guarda-volumes. Só que a caixa entrava vazia, mas saia do mercado recheada de produtos furtados. É que em um dos lados o pacote estava aberto, deixando uma espécie de alçapão por onde os produtos entravam.

Em uma dessas ações, no bairro Barcelona, os funcionários do estabelecimento perceberam o furto e acionaram os policiais militares do 6° Batalhão, que patrulhavam o bairro. Os acusados teriam seguido em direção à rua Alegre e teriam entrado em um carro verde, que depois soube-se que era um Logus. A central de monitoramento da cidade foi acionada e o veículo foi visto trafegando pela avenida Tijucussú, e também no bairro Olímpico. Em poucos minutos a PM fechou o cerco e o veículo acabou interceptado na esquina das ruas Visconde de Inhaúma e Lourdes.

Dentro do carro estavam os dois homens e as duas mulheres. Com um deles os policiais localizaram uma peça de carne e produtos de higiene, todos escondidos dentro da calça. O homem usava duas calças. Dentro do carro foram encontrados mais produtos sem comprovação de que teriam sido pagos. Entre os itens encontrados estavam 16 peças de carne embaladas à vácuo, além de itens de higiene, chocolates, roupas e ferramentas.  Os produtos teriam sido furtados do supermercado Dia, da casa de carnes Swift e da mercearia Estrela do Oriente.

Aos policiais militares a quadrilha confessou a prática do delito e informaram quais foram os comércios furtados, bem como o modus operandi, utilizando uma sacola com uma caixa embrulhada simulando um presente, com um alçapão para esconder a mercadoria furtada. A ocorrência foi apresentada na Delegacia Sede de São Caetano onde o delegado José Vicente Barreto Fonseca ratificou a voz de prisão permanecendo os indiciados a disposição da justiça. O veículo Logus foi removido ao pátio municipal por falta de licenciamento.