spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

top 5 da semana

spot_img

posts relacionados

Coluna do Amaral: Aniversário de Fabio Palacio muda de local e agita bastidor político com “recibo” governista

A festa de aniversário de Fabio Palacio não será mais no espaço A.D. São Caetano. O “parabéns” deste domingo (25) aguardado com expectativa pelos gestos e símbolos que a data representa terá como “palco” agora a Rua São Paulo 2497, esquina com a avenida Presidente Kennedy.

Oficialmente, o motivo foi técnico. Mas, a reportagem apurou que a movimentação representa algo mais emblemático e até “maquiavélico”, como alguns qualificam no bastidor, lembrando a clássica obra de “O Príncipe”.

Afinal, como justificar qualquer mudança no enredo aos “45 do segundo tempo” de uma festa planejada há muito tempo, com data previamente reservada, e todos os convites impressos e distribuídos?

E não foram poucos convites. Como registrado na reportagem feita aqui, no início do mês, milhares de pessoas são aguardadas para comemorar os 40 anos de Fabio, completados no último dia 5.

Ninguém é ingênuo para acreditar que a data não reunirá nomes importantes da política local, regional e estadual. No caso de Palacio, algo inerente à sua trajetória, afinal, metade desta idade tem sido dividida também com identidade e filiação partidária.

Local

O local escolhido inicialmente era estratégico pela localização e pelo fato de Fabio ser associado do espaço A.D São Caetano. Qualquer sócio pode, diante da disponibilidade de agenda prévia, reservar o espaço para festas.

Mas a digital do subterrâneo da política entra em cena aqui. No início do mês, quando a reportagem divulgou o local do evento, com os preparativos e, consequentemente, os gestos e sinais que a data trazia por si só, começou uma movimentação silenciosa, porém robusta no bastidor.

Ninguém toca no assunto publicamente, mas alguns nomes que integram a base governista e que são próximos ao prefeito José Auricchio Júnior investiram energia para demover o presidente Nairo Ferreira.

A pressão ficou clara desde o início. Tanto que este jornalista recebeu ligação semanas atrás de um interlocutor que garantia: “a festa não será lá”.

Coube a este jornalista fazer o que pede o jornalismo, ou seja, checar a informação. O próprio aniversariante reiterou que o local estava mantido. Tanto que dias depois, os convites começaram a ser distribuídos com o endereço da Associação Desportiva São Caetano (A.D. São Caetano).

Mas, forças ocultas da política articularam, movimentaram e persuadiram até chegarem ao “convencimento” de Nairo.

Bastidor

O argumento utilizado por esses interlocutores era que Nairo implicitamente demonstraria apoio a um palanque pré-eleitoral travestido de festa de aniversário. É para isso que existe a própria legislação eleitoral, que patrulha toda movimentação política do período.

A movimentação “anti-festa”, porém, passou “recibo” nos bastidores. Por que não deixar um político, morador da cidade, comemorar uma festa dentro de um espaço do qual ele é associado?

Não tem explicação a não ser a preocupação pré-eleitoral com o “tamanho” do aniversariante. A quantidade de convites e os convidados mostrariam o tamanho do trânsito e do grupo de Palacio, o que reforça a aposta no seu êxito nas eleições de outubro.

Fato tratado como “pesadelo” pelo atual grupo do Palácio da Cerâmica, que tem uma “pedra no sapato” eleitoral desde a apuração das urnas municipais de 2016 com os surpreendentes 20% dos votos válidos de Fabio.

E que o pesadelo se torna ainda mais concreto se Palacio sair da eleição deste ano “maior do que entrou”.

O que motivou toda investida “anti-festa” foi a eleição de 2020. Pessoas que integram a atual base do governo avaliam que seria uma “afronta” aceitar uma festa “na cara” da prefeitura de um adversário político com potencial eleitoral de Fabio Palacio.

O local da festa mudou, mas, desde quinta, o grupo ligado a Fabio Palacio tem se dedicado a fazer “hora extra” com ligações e avisos informando a mudança do local.

Nos bastidores, essa movimentação “anti-festa” foi vista como antecipação da eleição com pitada bélica, ou seja, uma declaração de guerra eleitoral que serviu de combustível ainda maior para aqueles que são amigos e apoiadores de Palacio.

E deixa claro que o clima entre o grupo de Auricchio e o grupo de Fabio não está nada amistoso.

São Caetano eleitoralmente é uma cidade que oferece poucos votos pelo número de habitantes, mas oferta muita movimentação de bastidor.

Bastidor Político
Bastidor Políticohttp://www.bastidorpolitico.com.br
Redação do site Bastidor Político. Veículo criado em 2016 com intuito de levar os bastidores da informação.

1 COMMENT

Comments are closed.

Popular Articles