Urgente: Liminar impede abertura de concessionárias e escritórios em São Bernardo

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) decidiu na manhã desta segunda-feira (8), suspender a flexibilização de comércios em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista.

A liminar que pediu a suspensão foi feita pelo Ministério Público, que entrou com ação de inconstitucionalidade contra o decreto municipal nº 21.174.

FLEXIBILIZAÇÃO NO ABC

Em assembleia extraordinária realizada na tarde da última sexta-feira (5), pelo Consórcio Intermunicipal ABC, os sete prefeitos da região decidiram que iriam reabrir as concessionárias de veículos e escritórios a exemplo do que ocorreu na capital paulista.

Entretanto, pelo plano de flexibilização da quarentena do Governador João Doria, enquanto a capital está na fase laranja, que permite a retomada com restrições dessas atividades, Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra estão ainda na fase vermelha, que só possibilita os serviços essenciais, como hospitais, supermercados e farmácias.