PSDB de São Bernardo formaliza pedido de expulsão de Aécio Neves

O PSDB de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, formalizou na noite desta quarta-feira (10) o pedido de expulsão do deputado federal por Minas Gerais Aécio Neves.

O ato foi liderado pelo prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, pela deputada estadual Carla Morando, líder do partido na Assembleia Legislativa.

Em carta assinada por Carla, foi formalizou a ação ao diretório da sigla no município (presidido por Adelmo Meira). O teor destaca que a formalização do ato “se tornou insustentável” após Aécio se tornar réu na Justiça Federal de São Paulo, na semana passada, acusado de receber propina na ordem de R$ 2 milhões, do Grupo J&F e tentar obstruir investigação da Operação Lava Jato. O pedido foi aceito por unanimidade.

“Me refiro neste momento ao Deputado Federal Aécio Neves, que já ostentou a condição de Governador do Estado, Senador da República e Presidente Nacional do PSDB, hoje respondendo a processo por corrupção passiva e obstrução de justiça, por seu envolvimento em fatos escusos mencionados na delação premiada dos proprietários da JBS”.

“A meu ver, mais forte que a denúncia recebida pelo Excelso Supremo Tribunal Federal, são suas falas gravadas na qual debocha da Operação Lava Jato, pedindo ao empresário Joesley Batista relevante valor financeiro, mesmo após tudo o que ocorreu na história recente de nosso País”.

A expulsão de Aécio Neves tem sido liderada pelo PSDB do Estado de São Paulo, onde, inúmeros líderes já se manifestaram a favor de sua saída, inclusive o atual prefeito da capital, Bruno Covas.