O rock não morreu: CPM 22 e Suicidal Tendencies lotam Parque da Juventude de SBC

Foto: Jeff Marques

No última domingo (8), o reinaugurado Parque da Juventude de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, ficou pequeno para as milhares de pessoas que estiveram presentes para acompanhar os shows das bandas CPM 22 e Suicidal Tendencies.

Badaui (vocalista do CPM 22)
Foto: Jeff Marques

Ambas fazem parte da vertente do rock chamada de HardCore, que surgiu no início da década de 1980, utilizando elementos como tempo acelerado, guitarras distorcidas e músicas de curta duração, muito ligado a cultura do Skate.

CPM 22
O CPM 22 surgiu em 1995, influenciado por punk rock e hardcore, com músicas rápidas, melódicas e letras cotidianas. A banda tem como maior influência a cena pós punk californiana dos anos 90, incluindo grupos como Screeching Weasel, No Use For A Name, Face To Face, Lagwagon, Pennywise, entre outros. “Suor e Sacrifício” (2017) é o último álbum da banda.

Suicidal Tendencies
O Suicidal Tendencies é famoso por misturar com maestria estilos como hardcore, thrash metal, skate punk e hip hop em músicas sempre muito bem trabalhadas em termos de sonoridade. O carismático vocalista Mike Muir é o fundador dom grupo, que hoje conta com o renomado baterista Dave Lombardo em sua formação. “You Can’t Bring Me Down“ e “War Inside My Head“ são algumas das músicas mais conhecidas do Suicidal Tendencies. O último álbum de músicas inéditas do grupo é “Still Cyco Punk After All These Years”, lançado em 2018.

View this post on Instagram

#tonyhawk sessions #cycovision @suicidaltendencies

A post shared by Thiago DJ (@thiagodjsp) on

Além das atrações musicais, esteve presente no local um dos maiores skatistas do mundo, Sandro Dias, que elogiou as melhorias feitas no parque que possui uma das melhores pistas de skate da América Latina.

Rodrigo Marques da banda Californicks ao lado de Sandro Dias
Foto: Joyce Barbosa

Segundo a organização, cerca de 25 mil pessoas passaram pelo parque no domingo.

Foto: Jeff Marques