UFABC jogará campeonato internacional de LOL em Hong Kong

A terceira edição do International College Cup será disputada em Hong Kong, durante o Hong Kong Esports Music Festival. O campeonato acontecerá entre os dias 25 e 28 de julho.

No Brasil, a UFABC Storm de fato reina absoluta. O cenário universitário ainda não produziu um time capaz de pôr em xeque a dominância da Federal de Santo André. Um dos segredos da equipe é sua sinergia. Closer, Raposa e Matzera estão juntos desde meados de 2016. Sidera, LWZ e o técnico Dudu entrariam pouco depois, em 2017. Junto, esse elenco coleciona títulos no Brasil e estabeleceu sua dinastia. O próximo passo lógico para um grupo que já conquistou tanto em solo nacional, seria um título lá fora. O ICC 2019 será uma oportunidade para alcançarem mais essa marca. Mas não é tão simples assim…

Não será o primeiro campeonato internacional da Storm. No ano passado, a equipe viajou até a China para disputar o LoL International College Championship 2018. Na ocasião, a Storm não conseguiu um resultado tão bom assim. Ficaram em 5º lugar no Grupo A, de um total de seis times. Seu placar geral foi 1-4, com a vitória sendo conquistada sobre a Haikou, que terminou em segundo lugar no grupo.

”Realmente, a gente não teve a menor chance”, Raposa responde, questionado sobre a experiência do ano passado. “Mas eu acho que serviu de aprendizado pra todo mundo. A gente tinha uma mentalidade diferente, sabe? Às vezes até faltava a vontade e dedicação, porque o nosso cenário carece muito ainda. Chegar lá e perder jogos sem chance nenhuma deu vontade pro pessoal treinar e se esforçar ainda mais. A gente saiu de lá falando: ‘ano que vem vamos lá pra jogar de verdade, tentar passar dos grupos pelo menos (risos)’”, completa. Daqui a cerca de duas semanas, Raposa e seus companheiros terão a chance de fazer chover em Hong Kong.

A mentalidade da Storm é sólida. Reconhecem que não chegam como favoritos, mas têm confiança em seu jogo, buscando surpreender. “Mas é claro que existe aquela vontadezinha de ser a primeira equipe brasileira a sair da Fase de Grupos de um torneio internacional, respeitando as devidas escalas”, completa Raposa.

Fonte: LOLsports