Operação Integrada de Segurança coloca 200 policiais nas ruas de Santo André


As forças policiais de Santo André desencadearam nesta quinta-feira (20) a Operação Integrada de Segurança, que contou com a participação da Guarda Civil Municipal (GCM), Polícia Militar, Polícia Civil e Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia). Cerca de 200 agentes estiveram nas ruas da cidade na intensificação de rondas, bloqueios e abordagens.

Ao longo do dia foram realizados bloqueios policiais, averiguações de motos e automóveis de passeio, além do combate ao tráfico de drogas e aos crimes patrimoniais. As operações realizadas na cidade levam em conta uma criteriosa análise dos índices criminais dentro do Comitê Integrado de Segurança (CIS). As forças policiais se reúnem quinzenalmente na sede do Centro de Operações Integradas (COI), no Paço.

O prefeito Paulo Serra acompanhou a saída dos agentes da PM, da Polícia Civil e da GCM do Paço e frisou o intenso trabalho e o comprometimento para a diminuição cada vez maior nos índices de criminalidade. “Esse trabalho integrado é uma marca desde o começo da nossa gestão. Já realizamos várias operações como esta, todas elas baseadas na tecnologia, no planejamento estratégico e análise dos índices criminais. Mapeamos todas as regiões da cidade e onde observamos aumento nestes índices agimos com presteza para tornar nossa cidade cada vez mais segura”, destacou.

A integração cada vez maior entre as forças policiais, aliadas às novas tecnologias empregadas, como a utilização de drones, também colaboram na saturação dos criminosos. O comandante da Polícia Militar no ABC, coronel Renato Nery Machado, frisou que esta operação é uma das mais estruturadas já realizadas.

“Começamos nossa atuação já na semana passada, montando toda o fluxo de informações necessárias para dar resposta aos índices criminais, principalmente relacionados ao tráfico de drogas e de crimes contra o patrimônio. A cada queda nestes índices, percebemos que todo este trabalho de todas as forças policias gera resultados”, apontou o coronel.