Em meio a possível assassinato cometido por PMs João Doria se mantém calado

O adolescente Lucas Eduardo Martins dos Santos, 14 anos, desapareceu por volta da 0h10 desta quarta-feira (13) quando saiu para comprar um refrigerante em Santo André (ABC). Parentes do garoto acusam policiais militares pelo sumiço. A PM afastou dois agentes preventivamente enquanto o caso é apurado.
Uma tia do menino afirmou que Lucas estava na sua casa, no Jardim Santa Cristina antes de desaparecer. O adolescente ia diariamente ao local para brincar com o primo de 12 anos. Por volta das 23h40, a parente falou para ele retornar para casa.

Até o presente momento, o Governador do Estado de São Paulo, João Doria, não se manifestou sobre o possível crime cometido pela corporação que é defendida com “unhas e dentes” por ele.

CORPO ENCONTRADO

Na manhã desta Sexta-Feira (15), corpo foi encontrado, a vítima seria um homem jovem, negro, sem barba e sem tatuagem e estaria apenas de cueca. As características batem com a descrição do adolescente Lucas Eduardo Martins dos Santos, 14 anos, desaparecido desde a madrugada da última terça-feira (11). Familiares estiveram no local, mas pelo estado avançado de decomposição do corpo, não foi possível realizar a identificação, que será feita por meio de teste de DNA.