Com pré-candidatura de Sardano, suplente Pinchiari poderá ficar de fora da Câmara em janeiro

0

Com a pré-candidatura do secretário de Segurança, Edson Sardano (PTB) a deputado federal, o suplente Marcos Pinchiari poderá ficar de fora do legislativo em janeiro. De acordo com a legislação eleitoral,  os servidores e empregados da Administração Pública Direta, Indireta e Fundacional do Poder Executivo que desejarem concorrer a cargo eletivo em eleições devem afastar-se do exercício de seu cargo.

Com seu afastamento da secretaria, o grupo de Edson Sardano informou que o político pretende retomar seu mandato na Câmara dos vereadores à partir de janeiro. A volta de Sardano ao legislativo obriga  seu suplente direto, Marcos Pinchiari a deixar a cadeira. Procurado pelo nosso site, Pinchiari afirmou que terá uma conversa em breve com  Sardano sobre a situação.

A ida de Sardano para secretaria de Segurança foi o primeiro imbróglio político que o prefeito, Paulinho Serra (PSDB), precisou resolver antes de assumir seu posto. Um acordo que envolvia o vice-prefeito Luiz Zacarias e o PTB garantiria a Pinchiari assumir a cadeira no legislativo, porém, Lucas Zacarias (filho do vice-prefeito), não aceitou o convite para o primeiro escalão e, Sardano sacrificou seu mandato em prol da governabilidade de Paulinho.