1º Festival Multicultural leva diversão, cultura e lazer ao Paço de Santo André

0

Domingo de sol com  música, artes plásticas, artesanato, antiguidades e gastronomia

 O Paço Municipal de Santo André recebeu neste domingo (19) a 1ª edição do Festival Multicultural, evento que contou com diversas atrações como artesanato, feira de vinil, brechós, artes plásticas, livros, antiguidades, além de muitas opções de gastronomia.

O festival contou com a participação de coletivos, segmentos organizados, projetos de inclusão social e espaços culturais independentes da cidade, e faz parte do projeto Santo André de Múltiplos Tons. A realização foi da Secretaria de Cultura e da Secretaria de Desenvolvimento e Geração de Emprego.

“Devolver Santo André para a nossa gente é ver a população se apropriando dos espaços públicos para momentos de entretenimento e convívio social. O Festival Multicultural, no Paço Municipal, é mais um exemplo desta integração. O evento promoveu um domingo de diversão, lazer e cultura para toda a família”, afirmou o prefeito Paulo Serra, que esteve no local.

O público que foi ao Paço curtiu um dia de sol e aproveitou também muita música e apresentações de dança, além de uma aula show de culinária do Cambuci, entre outras atrações. As crianças e adultos se divertiram ainda com série de atividades de lazer que fazem parte do Domingo no Paço, como tênis de mesa, frescobol e futebol.

“Fique sabendo do evento pelas redes sociais da Prefeitura e vim com minha família. Estou gostando muito das atrações 

e pretendo voltar na próxima edição”, afirmou a comerciante Letícia Ferreira, que estava acompanhada do filho de 5 anos.

Árvores 

 O estacionamento do Paço Municipal contará em breve com novas árvores, que serão plantadas no lugar daquelas que precisaram ser retiradas do local recentemente. As árvores removidas continham muitas lesões no tronco, brotações irregulares e não estavam conseguindo se desenvolver.

Os canteiros serão revitalizados e as orlas receberão o plantio de novas mudas, cujo desenvolvimento será acompanhado, para garantir que se tornem árvores capazes de prover serviços ambientais (sombra, abrigo para a fauna, controle da poluição sonora, visual e de partículas, redução do escoamento superficial da água de chuva, entre outros) e que proporcionem também segurança aos munícipes que passam pelo local.