Raimundo Pulú: de vendedor de panela à vereança em Rio Grande da Serra

Nordestino da cidade de Arataca na Bahia, Raimundo Ramos dos Santos, conhecido como Pulú, chegou em São Paulo no dia 1 Abril de 1989, e foi acolhido pela cidade de Rio Grande da Serra, na qual criou filhos e netos.

Ao chegar em terras paulistas trabalhou na Cofap, como auxiliar de contro de programação, foi motorista de ônibus e caminhão, no entanto, ganhou fama na cidade de Rio Grande da Serra como vendedor de crediário.

Iniciou com um carrinho vendendo panelas, utensílios de cama mesa e banho. O negócio cresceu e Pulú passou a ter 12 funcionários. A entrada na política se deu através de um primo.

“Meu primo Domingos Nicodemus tem a política na veia, e sempre me convidava para participar. Confesso que nunca fui fã de política, mas aceitei o desafio e me candidatei”, conta Pulú.

Com uma campanha simples, Raimundo Pulú foi eleito com 369 votos pelo PSD, na chapa da candidata a prefeita, Professora Marilza. O novo vereador deve sua eleição as amizades feitas durante esse período na cidade.

“Eu devo isso aos amigos que fiz. Não tenho nenhum inimigo na cidade, o povo aqui me recebeu muito bem. E eu faço questão de honrar a criação que meus pais me deram, pois você sabe que nordestino tem uma educação rígida”, relata o novo vereador.